10 destinos mais mortíferos

Quando se vai de férias a maioria das pessoas pensa em relaxar. No entanto, há os aventureiros que preferem um pouco de risco. Para esses, felizmente, existe uma variedade de destinos turísticos espalhados pelo mundo onde se pode desafiar a morte. Assim, não importa a preferências, tu podes escolher a tua forma de aumentar a tua adrenalina. Segue-se uma seleção dos 10 destinos mais mortíferos.

 

10. Parque Nacional de Yosemite Half Dome

Cerca de 60 pessoas morreram na montanha e no trilho que leva ao cimo da mesma. A subida até ao topo leva cerca de um dia inteiro para atingir os 1500 metros de altura e queima cerca de 4000 a 9800 calorias. Os últimos 120 metros é preciso escalar quase na vertical e com a ajuda de material como cabos de metal. É aqui que muitos problemas começam a acontecer.

Com o tempo mais húmido é desaconselhável a subida aos que tentam alcançar o topo, pois a combinação de cabos e pedra escorregadios potenciam o perigo fatal. De facto, a parte de baixo do penhasco do mesmo lado do Mirror Lake é conhecida como Lajes da Morte. Mesmo quando esta encosta não está húmida e escorregadia, existem registos de acidentes.

As equipas de salvamento de Yosemite estimam que cerca de 60% da sua atividade incluem salvamentos a pessoas em situação de emergência. Elas não contam apenas com helicópteros para salvamentos e a preparação para emergências médicas, mas também com busca canina e equipas de salvamento de águas rápidas.

Use as ← → (setas) para mudar de slide

Comentar