15 sinais que indicam que vive acima das suas possibilidades

Em tempos de crise, como este em que vivemos, as pessoas tendem a precoupar-se mais com a sua situação financeira. Por um lado tentam cortar nas despesas desnecessárias, por outro tentam aumentar as fontes de rendimento.

Viver dentro das suas possibilidades é uma obrigação para quem quer viver uma vida tranquila e sem dívidas. Para o ajudar a perceber se vive acima das suas possibilidades, elaboramos esta lista de 15 sinais de alarme que lhe vão indicar o que faz bem e o qual faz mal em relação à sua saúde financeira.

1. Não consegue pagar as suas contas dentro dos prazos estabelecidos

Esquecer-se de pagar as contas antes da data limite, é uma coisa. Não as pagar a tempo porque simplesmente não tem dinheiro, é outra. Se for este o seu caso, e se a situação se repete regularmente, talvez esteja na hora de perceber quais são as despesas que pode cortar durante o mês para conseguir ter dinheiro para pagar faturas de água, gás e luz. Lembre-se que as faturas não param de chegar só porque deixou de pagar, eles simplesmente vão se acumular, e se não conseguiu pagar aquela fatura do mês anterior, muito dificilmente vai conseguir pagar duas este mês.

2. Não tem uma almofada financeira

Se não tem uma conta poupança no banco, é mais um sinal que vive acima das suas possibilidades. Dinheiro no banco é indispensável em caso de desemprego, doença ou qualquer outra emergência. Quando vive acima das suas possibilidades, gasta todo o seu dinheiro e não se preocupa em poupar algum para qualquer eventualidade. Tente quebrar esse hábito e comece já este mês a criar uma pequena almofada financeira.

3. Está sempre a pedir dinheiro emprestado

Os seus familiares e amigos deixaram de atender as suas chamadas e responder à suas mensagens? Provavelmente já sabem que lhes vai pedir dinheiro emprestado. Se os seus rendimentos não chegam para o estilo de vida que leva, é porque vive acima das suas possibilidades.

4. A Renda ou prestação da casa é superior a 28%

Quando vive acima das suas possibilidades, a renda ou a prestação da casa é superior a 28% do seu rendimento. É a chamada taxa de esforço, e serve para calcular a percentagem dos seus rendimento que gasta em habitação. As contas de água, luz e gás podem entrar no cálculo da taxa de esforço. Antes de contrair um empréstimo para comprar casa, ou de alugar uma casa, certifique-se que não irá despender mais de 28% do seu rendimento, para conseguir ter equilíbrio financeiro.

5. Não tem crédito

Não pense que atrasar pagamentos é o único motivo para deixar de ter crédito. Demasiados créditos ao consumo afetam consideravelmente a sua reputação. Mesmo que pague as suas contas a tempo e horas, as coisas não vão melhorar, por isso pense em liquidar os seus créditos ao consumo, mas não o faça utilizando o seu cartão de crédito, porque os custos podem disparar.

6. Atingiu o limite do seu cartão de crédito

Alguma vez estourou o plafond do seu cartão de crédito? É muito mau, não é? E se tiver um cartão que lhe permite ultrapassar o limite de crédito, é ainda pior, porque agora tem de pagar a dívida, os juros e ainda as penalizações.  É muito dinheiro para uma simples conta de cartão de crédito, e por outro lado pode ainda baixar a sua reputação perante os bancos.

7. Utiliza o seu cartão de crédito para pagar contas mensais

Utilizar o seu cartão de crédito para pagar contas correntes ou mensais é um grande sinal de alerta. E fazer jogadas para conseguir pagar dívidas de cartões de crédito com outros cartões de crédito é ainda mais perigoso, porque significa que não está a abater dívida nenhuma.

8. Paga sempre o mínimo do seu cartão de crédito

Se paga sempre o mínimo possível do seu cartão de crédito, é um sinal evidente que vive acima das suas possibilidades. Pagar o mínimo não vai fazer com que diminua substancialmente a sua dívida, vai pagar uma enormidade de juros, e vai arrastar o seu problema infinitamente.

9. Não consegue crédito em loja nenhuma

Muitas lojas fazem campanhas promocionais nas quais oferecem pagamentos às prestações. Você não tem o dinheiro mas quer um novo portátil ou uma nova televisão, e decide aproveitar uma campanha dessas. O problema é que não basta apresentar rendimentos, porque a empresa que financia a loja vai querer saber qual é a sua situação financeira. Por isso sem tem prestações em atraso ou se tem o seu cartão de crédito a rebentar pelas costuras, a loja simplesmente não lhe vai dar crédito.

10. O saldo do seu cartão de crédito é sempre baixo

Não há problema em ter dois ou mais cartões de crédito. O problema é quando tem contas altíssimas para pagar em todos eles. E mais, se tiver sempre um saldo quase esgotado no seu cartão de crédito, será mais difícil obter novos créditos e vai pagar todos os meses valores elevados de juros.

11. Tenta acompanhar o estilo de vida dos seus amigos

Tem amigos que andam sempre às compras, comem muitas vezes férias e gostam de viajar? Tenta acompanhar o estilo de vida deles, mesmo sabendo que não tem o mesmo nível de rendimentos? Então está definitivamente a viver acima das suas possibilidades. Não há problema nenhum em aproveitar a vida, desde que o faça dentro dos seus limites. Não há nada de vergonhoso em assumir os seus limites, e se os seus amigos gostarem de si, irão adaptar-se às suas possibilidades e deixar os luxos para outras alturas em que o façam sozinhos.

12. Compra tudo o que lhe apetece, mesmo que não o possa pagar

As compras por impulso são um problema para muita gente, até porque as marcas são sensíveis a esse fenómeno e utilizam todo o tipo de estratégias para vender. No entanto, se tem dificuldades financeiras, se já tem a sua capacidade de crédito completamente esgotada, então tem mesmo de se controlar. Se quer mesmo comprar alguma coisa, faça contas e perceba exatamente quanto dinheiro pode gastar. O ideal seria mesmo juntar o dinheiro todos os meses para depois fazer a sua compra sem comprometer o seu equilíbrio financeiro.

13. Gasta mais de 25% do seu rendimento a comer fora

Tem consciência do dinheiro que gasta a comer fora todas as semanas? Se está agastar mais de 25% do seu orçamento mensal, está definitivamente a viver acima das suas possibilidades. Pode ter uma agenda muito preenchida, mas não significa que não possa cozinhar e comer em casa. Existem dezenas de refeições saudáveis, baratas e rápidas de fazer. Planear as suas refeições vai fazê-lo poupar muito dinheiro.

14. Põe de lado menos de 10% do seu rendimento

Se pensa que deve começar a poupar para a sua reforma só a partir dos 50, está muito enganado. Mesmo que tenha 25 ou 30 anos, é importante que uma pequena parte do seu rendimento mensal seja posto de lado a pensar no futuro.  Quanto mais cedo começar a poupar, menor será o valor mensal que tem de pôr de lado. O ideal será um valor à volta dos 10% do seu rendimento.

15. Não tem um orçamento mensal

Finalmente, se não tiver um controle escrito daquilo que gasta e não planear os seus gastos, corre o risco de viver acima das suas possibilidades. Como não sabe onde gasta parte do seu dinheiro, não sabe onde pode facilmente cortar despesas. Por outro lado, pode não entender facilmente que está a viver acima das suas possibilidades. Faça um orçamento, decida quanto pode gastar e quanto dinheiro pode meter de lado. Estabeleça objetivos, e se não conseguir atingi-los, pelo menos sabe exatamente o que é que correu mal.

Sim, viver dentro das suas possibilidades pode ser muito limitador e frustrante, mas só assim conseguirá viver descansado. E você, vive dentro das suas possibilidades? Deixe o seu comentário!

Use as ← → (setas) para mudar de slide

Comentar